Como Ler E Apreender A Bíblia Facilmente

Como Ler E Apreender A Bíblia Facilmente

COM NOSSO MÉTODO, EM POUCOS DIAS, VOCÊ VAI MELHORAR EM, NO MÍNIMO, 100% SUA LEITURA E ENTENDIMENTO DA BÍBLIA. Uma das finalidades da catequese deveria ser a de introduzir a uma combate compreensão da Bíblia e à sua leitura frutuosa, que permitam desenredar a verdade divina que ela contém e que suscitem uma resposta, a mais generosa possível, à mensagem que Deus dirige por sua termo à humanidade.

Particularmente certos textos que nas antigas circunstancias devem ser considerados como hipérboles (por exemplo, previsão onde Deus, falando de um filho de Davi, prometia declarar « sempre » seu poder: 2 Sam 7,12-13; 1 Cron 17,11-14), doravante esses textos devem ser tomados ao pé da letra, porque « Cristo, tendo ressuscitado de entre os mortos, já não morre » (Rom 6,9).

Enfim, em sua adesão ao princípio do « sola Scriptura », fundamentalismo separa a versão da Bíblia da Tradição guiada pelo Anjo, que se desenvolve autenticamente em ligação com a Escritura no úbere da comunidade de fé. Falta-lhe entender método como ler a bíblia e entendê-la mais facilmente que Novo Testamento tomou forma no interior da Igreja cristã e que este é Escritura Santa desta Igreja, cuja existência precedeu a constituição de seus textos.

Como continuamente, entre as Escrituras e os acontecimentos que as realizam, as relações não são de simples correspondência material, porém de iluminação recíproca e de progresso dialético: constata-se concomitantemente que as Escrituras revelam sentido dos acontecimentos e que os eventos revelam sentido das Escrituras, ou seja, que eles obrigam a renunciar a certos aspectos da tradução recebida para adotar uma interpretação novidade.

Sugeri que você lesse diariamente sem faltar nenhum dia sua análise, talvez isso ligeiro seis meses ou um ano para terminar um livro, porém, ao mesmo passo que ler é importante para estrear a escutar, deixar de ler também é. Ao terminar a leitura ou releitura de um livro constantemente é bom descontinuar por qualquer tempo (não para sempre) e deixar seu cérebro respirar e filosofar sobre que se leu.

Mesmo que eles se diferenciem do método histórico-crítico por uma atenção maior à unidade interna dos textos estudados, os. métodos literários que acabamos de apresentar permanecem insuficientes para a versão da Bíblia, porque eles consideram qualquer escrito isoladamente.

Simultaneamente que alguns adeptos do movimento da versão teológica nos encorajam a um envolvimento maior com comentaristas pré-modernos e com a moderna sátira bíblica, eles também têm grande confiança na capacidade das congregações comuns de se aproximarem das Escrituras como sendo a Palavra de Deus.

A história da análise do Poema dos Cânticos oferece um óptimo testemunho disso; ela mostra como esse livro foi recebido na estação dos Padres da Igreja, no ambiente monástico latino da Idade Média ou ainda por um místico como são João da Cruz; deste modo este deixa melhor desvendar todas as dimensões do sentido deste escrito.

Além desta atenção ao escrito em seu contexto histórico original, a Igreja confia em exegetas animados pelo mesmo Deus que inspirou a Escritura para certificar que « um maior número possível de servidores da Termo de Deus esteja à profundeza de oferecer efetivamente ao povo de Deus alimento das Escrituras » ( Divino afflante Spiritu , 24; 53-55; E. B., 551, 567; Dei Verbum , 23; Paulo VI, Sedula tratamento 1971).

Bom como ultima dica eu recomendo continuamente que você leia livros com comentários sobre artigo que você leu para enriquecer mas conhecimento, então procure livros de autores confiaves que sejam evangélicos e tenham uma doutrina baseada 100% na bíblia.

Nesta perspectiva, começou-se a fazer entrar no trabalho de tradução a história do efeito açulado por um livro ou uma passagem da Escritura (« Wirkungsgeschichte »). Esforça-se em medir a evolução da interpretação no discurso do tempo em função das preocupações dos leitores e em determinar a importância do papel da tradição para iluminar sentido dos textos bíblicos.

Guiada pelo Espírito Santo à claridade da Tradição viva que ela recebeu, a Igreja discerniu os escritos que devem ser olhados como Santa Escritura no sentido de que, « tendo sido escritos sob a inspiração do Alma Santo, eles têm Deus por autor, foram transmitidos como tais à Igreja » ( Dei Verbum , 11) e contêm « a verdade que Deus, para nossa salvação, quis ver consignada nas Letras sagradas » (ibid.).

Os escritos bíblicos não foram compostos em linguagem moderna, nem em estilo do século XX. As formas de expressão e os gêneros literários que eles utilizam no artigo hebraico, aramaico ou grego devem ser tornados inteligíveis aos homens e mulheres de hoje que, de outra maneira, seriam tentatos ou a perder interesse pela Bíblia, ou a interpretá-la de maneira simplista: literalista ou fantasiosa.

Desde os primórdios compreendeu-se que mesmo Deus Santo, que levou os autores do Novo Testamento a colocar por escrito a mensagem da salvação ( Dei Verbum , 7, 18), traz igualmente à Igreja uma assistência continua para a tradução de seus escritos inspirados (cf Irineu, Adv.

Oferecido que a sentença da fé, que nem se encontrava reconhecida por toda gente na Santa Escritura, teve que se renovar constantemente para fazer cara a situações novas — que explicam as « releituras » de vários textos bíblicos — a versão da Bíblia deve também ter um vista de originalidade e reptar as questões novas, para respondê-las vindo da Bíblia.

Este não dá nenhuma atenção às formas literárias e às maneiras humanas de filosofar presentes nos textos bíblicos, diversos dos quais são fruto de uma preparação que se estendeu por longos períodos de tempo e leva a marca de situações históricas bastante diversas.

Porque uma concordância lista qualquer uso de uma palavra característica, é extremamente útil para compilar, analisar e comparar todas e cada uma das escrituras sobre um determinado objecto, deixando-lhe obter uma visão por norma geral de quase qualquer matéria.

Tal prática uma parte do princípio de que já se sabe sentido maior das Escrituras — assim sendo, a tarefa de versão bíblica se torna uma questão unicamente de desenredar onde determinada passagem se encaixa no sistema teológico defendido por cada um.

Memorize as Escrituras Bíblicas. A apoio para conhecimento bíblico é a interpretação ou muito mais que isso, estudo e busca sobre escrito bíblico. Ler e apreender a Bíblia, nos alimenta, nos fortalece, nos dá vigor e traz incontáveis outros benefícios. Para a exegese da Bíblia, a estudo narrativa apresenta uma utilidade evidente, pois ela corresponde à natureza narrativa de um grande número de textos bíblicos.

Seguramente não é possível que cada cristão faça pessoalmente as pesquisas de todos os gêneros que permitam compreender melhor os textos bíblicos. Quanto melhor você conhece sua teologia que a Bíblia possui a dizer sobre um determinado matéria, melhor será a sua compreensão geral das Escrituras.

Porém logo você me diga: estou estudando e tenho 3 livros para ler fazer resumos e apresentar fainas, não tenho tempo para isso”. Tenho maduro bons resultados quando os agreguei em grupos que completaram a análise da Bíblia utilizando método mais fácil ao menos por um ano.

método como ler a Bíblia e entendê-la mas facilmente, é um e-book muito muito escrito, com ótima didática e preço acessível. Neste exato minuto, centenas de pessoas estão desejosas por distinguir a Palavra de Deus. Toda a tradição bíblica e, de uma maneira mais notável, ensinamento de Jesus nos Evangelhos indicam como ouvintes privilegiados da Palavra de Deus aqueles que planeta considera como gente de exigência humilde.

Textos e princípios da Palavra de Deus são empregados ao calefrio da boa exegese, no objetivo de estimular, e até mesmo justificar, mesmo as práticas mais mesquinhas. Desta forma, todos os membros da Igreja têm um papel na tradução das Escrituras.